Shiny e banco de dados MySQL: Uma combinação perfeita.

Shiny e banco de dados MySQL: Uma combinao perfeita published at the "Open Code Community"

Primeiramente é preciso deixar seu banco de dados remoto. É possível criar uma conta e hospedar gratuitamente por aqui: https://www.freemysqlhosting.net/.

Esse é o host, o nome da base, nome do usário e a senha, que chega por e-mail.

Vamos conectar nossa base remota através do R.

Para isso, usamos o pacote keyring para proteger nossa credencial mais importante que é a senha.

library(keyring)
library(RMySQL)
library(shiny)

keyring::key_set(service = "my-database", 
                 username = "myusername")

Conectamos com a base remota.

conn <- RMySQL::dbConnect(RMySQL::MySQL(),
                  user = "sql4421522",
                  host = "sql4.freemysqlhosting.net",
                  password = keyring::key_get("my-database","myusername"),
                  port = 3306)

Vamos adicionar a famosa base de dados mtcars, built in do R, na nossa base remota.

RMySQL::dbSendQuery(conn, "USE sql4421522;")

RMySQL::dbWriteTable(conn, "mtcars", mtcars, overwrite = TRUE)

res <- RMySQL::dbSendQuery(conn, "SELECT * FROM mtcars;")

data <- RMySQL::dbFetch(res, n = 2)

head(data)

Com o nosso banco de dados criado, vamos agora criar o Shiny app. O app vai criar uma conexão com a base remota e printar os dados na tela. Quem quiser aprender mais sobre Shiny, sugiro o livro: https://mastering-shiny.org/. O app vai ser mantido localmente, mas é possível fazer o deploy facilmente pelo shinyappios:https://shiny.rstudio.com/articles/shinyapps.html. Ou por outros serviços de hospedagem como, Amazon AWS, Heroku, Google Clound etc.

ui <- shiny::fluidPage(
  
  tableOutput("table")
)

server <- function(input, output, session) {
  
  conn <- RMySQL::dbConnect(RMySQL::MySQL(),
                            user = "sql4421522",
                            host = "sql4.freemysqlhosting.net",
                            password = keyring::key_get("my-database",
                            "myusername"),
                            port = 3306)
  
  RMySQL::dbSendQuery(conn, "USE sql4421522;")
  
  res <- RMySQL::dbSendQuery(conn, "SELECT * FROM mtcars;")
  
  data <- RMySQL::dbFetch(res)
  
  RMySQL::dbDisconnect(conn)
  
  output$table <- shiny::renderTable(data) 
  
}

shiny::shinyApp(ui, server)

Vamos inserir um novo dado na base e dá f5 no app para ver a mudança.

query_inserir <- paste0("INSERT INTO mtcars(",
                       paste0(colnames(data), collapse = ","),
                       ")values('Fusca',1, 1, 1, 1, 1, 1, 1, 1, 1, 1, 1);")
                       
RMySQL::dbSendQuery(conn, query_insert)

RMySQL::dbDisconnect(conn)

Bom, dando F5 no app, é possível ver que foi inserido uma nova linha com as informações do Fusca.

Essa é a magia, conectar seu app em um banco de dados remoto, fazer alterações e o app atualizar instantaneamente sem precisar fazer um novo deploy.

Please, cite this work:

Marques, Wendel (2021), “Shiny e banco de dados MySQL: Uma combinação perfeita published at the “Open Code Community””, Mendeley Data, V1, doi: 10.17632/shktskbhgy.1

Wendel Marques (since 2021/06)
Wendel Marques (since 2021/06)
Assessor de investimentos na Dapes Investimentos | Graduando em Economia pela UFPE
Próximo
Anterior

Relacionados